One Piece Society

Muitas aventuras para os fãns do anime e muita diversão, vai encarar?
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Tanaka D. Shiro

Ir em baixo 
AutorMensagem
Shiro

avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 22/09/2011

MensagemAssunto: Tanaka D. Shiro   Qui Set 22, 2011 2:45 pm

Nome: Tanaka D. Shiro
Idade: 24
Profissão: Pirata
Oficio: Atirador
Estilo de Luta: 2 pistolas
Raça: Humano
História: Já era noite. Haviam poucas estrelas no céu, a unica iluminação provinha da lua, que estava cheia aquela noite. Minha cabeça doía muito. Eu não lembrava como eu fui parar naquela floresta ou o por que de eu estar ali. Flashes de memória não tão recentes surgiam na minha cabeça e, de repente, eu lembrei de meu nome, da minha familia, meus amigos e de tudo que aconteceu comigo até meu aniversário de 18 anos. Minha mente não conseguia ver depois disso. Era como um bloqueio mental que me impedia de seguir em frente. Eu não sabia exatamente quantos anos eu tinha agora, mas eu fazia a estimativa de mais ou menos 22 ou 23. 4 anos foram apagados de minha memória. Mas isso não é importante agora. Eu vou contar minha história até aqui.

Eu nasci numa grande cidade do west blue. Meu pai era padeiro e gostava de atirar nas horas vagas; Minha mãe tinha uma floricultura, mas quis vende-la quando eu nasci para cuidar de mim em tempo integral. Eu cresci num ambiente familiar considerado bom, tinha ótimas notas na escola e era feliz. Quando eu completei 6 anos meu pai me deu minha primeira arma de fogo, um revolver de chumbinho não-letal e me ensinou o seu mais precioso hobbie, atirar. Eu gostei de fazer isso, e com o tempo minha mira e velocidade de reação estavam comparadas à de meu pai. No meu aniversário do 13 anos, meu pai me deu uma pistola, finalmente uma arma letal, mas com condições bem rigorosas, tal como "Nunca leve ela pra escola" ou "Não atire em uma pessoa normal", e eu cumpri essas condições até meus 15 anos....

Era uma noite igual a de hoje pelo que eu posso me lembrar. Já era muito tarde e eu estava dormindo quando um barulho vindo da cozinha me acordou. Eu procurei pelo meu pai no quarto ao lado, mas ele já tinha ido trabalhar e minha mãe continuava dormindo normalmente. Ela tinha tido um dia muito corrido e estava muito cansada, eu não iria acorda-la por algo que poderia apenas um gato ou um animal menor, mas mesmo assim eu levei minha arma para garatir. Eu andei pela casa escura, sem ascender nenhuma lampada para que o possivel invasor não note minha presença. Eu andei pela casa toda, mas não vi nada, aliviado e achando que tudo fora fruto de minha mente, então eu estava no meu caminho de volta para meu quarto, quando eu vi que eu tinha deixado a porta do quarto de meus pais aberta. Eu voltei para fecha-la ja com os olhos quase fechados de sono quando percebi um vulto de pé ao lado de minha mãe que estava dormindo, ele estava com a o braço estendido para perto da cabeça dela, com um tipo de pistola similar a minha, e esta olhando para mim. Eu consegui reconhecer sua face, ele era bem conhecido naquela cidade. Seu nome era John, ele era o único juiz da cidade, e era conhecido por dar pena de morte a todos os casos que pegasse. Mas o que ele estava fazendo aqui? E por que ele estava segurando a arma perto da cabeça de minha mãe? Rapidamente eu apontei minha arma para seu coração e atirei, mas eu percebi que ao mesmo tempo que eu atirei ele também atirou, matando minha mãe e se salvando por pouco. Com o choque eu não consegui atirar e apenas fiquei vendo observando enquanto ele escapava pela janela aberta.

Eu fiquei do lado da minha mãe aquela noite até a marinha chegar, eu contei a eles o que aconteceu, mas eles não acreditavam. Diziam que eu tinha matado minha mãe. Os vizinhos diziam que só tinham ouvido um tiro. Faltava uma bala na minha arma. A arma do real assassino era idêntica a minha. Tudo estava contra mim naquela manhã. Nem mesmo meu pai acreditou em mim e chegou a falar que eu não era mais o filho dele, que eu não fazia mais parte daquela familia. Palavras que me traumatizaram nos anos que se seguiram. Então eu fugi. Consegui escapar da marinha por pouco e me escondi num navio comerciante até a ilha vizinha, onde eu aprimorei minhas técnicas como atirador. Roubei outra pistola de uma loja e comecei a atirar com as duas ao mesmo tempo, o que me deu o talento da ambidestria. Mas nem o tempo conseguiu curar o odio que havia em meu coração pelo assassino de minha mãe, só a vingança me deixaria sorrir novamente. Então, na véspera de meu aniversário de 18 anos eu voltei a minha ilha natal para cumprir meu desejo. Eu sabia como faze-lo, eu havia planejado isso durante 3 anos. Então eu esperei pelo juiz sair de do tribunal à noite, quando não havia mais ninguém nas ruas. Quando ele saiu não foi difícil obter minha vingança, ele estava desarmado, como minha mãe estava a 3 anos atras, eu não poderia ter piedade de alguem que foi capaz de matar alguem daquela maneira, mas decidi que seria rapido. Então eu disparei. 3 tiros em lugares específicos, cada um com seu próprio "porque". O 1° no coração, que é onde eu deveria ter acertado naquela noite; O 2° na cabeça, para que ele morresse da mesma maneira que minha mãe morreu; E o 3° seria na boca, para que ele não fale nada em seu julgamento no outro mundo. Eu guardei minhas armas e fui para o porto, lá meu barco me esperava para iniciar minha aventura como um pirata.

Então aqui estou eu. Numa floresta estranha no lugar que eu reconhecia como sendo o west blue pelas mesmas estrelas que eu via quando criança. Apenas com minha antiga arma e o desejo de voltar logo para o mar.

Berry: 150 mil Berry
Akuma no Mi:

Atributos:

Força de Ataque: 12

Velocidade: 15

Força de Defesa: 13

Destreza: 25

Hp= 260
St= 240
Tecnicas:


Rapid shot
Spoiler:
 

Objetivo/sonho: Ser livre. Lembrar o que ocorreu nesses 4 anos que foram apagados de minha memória.

Descrição Fisica: Pele branca; Altura mediana, algo em torno dos 1,79 metro; Magro, porém um pouco musculoso; Cabelos lisos e negros, de tamanhos medios que vão até pouco depois da nuca que são encobertos pelo chapéu de "cowboy" de cor preta que usa. Barba por fazer, o que o faz parecer mais velho para as pessoas que o veem pela primeira vez. Usa roupas leves graças ao clima quente da ilha em que nasceu, junto com um lenço vermelho que sempre usa no pescoço e é para ele como um amuleto de sorte.

Descrição Mental: É, ma maior parte do tempo, bem calmo. O que o faz perder a calma e até mesmo o juizo é a injustiça, coisa que abomina incondicionalmente. Não gosta muito de fazer coisas "comuns", como sair com os amigos ou passar horas e horas bebendo, ao invez disso, gosta de coisas simples como ver o pôr-do-sol ou observar as estrelas, coisas que pode fazer por horas sem se cansar. É extremamente fiel a sua palavra, uma vez que diga ou pense de uma maneira, é quase impossivel faze-lo voltar atrás.

Itens:
Maça - 20 Hp
Corda
Faca Invetida – 6 Dano


Última edição por Shiro em Seg Set 26, 2011 10:48 am, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gou D. Flaming
Admin
avatar

Mensagens : 111
Data de inscrição : 12/09/2011

MensagemAssunto: Re: Tanaka D. Shiro   Qui Set 22, 2011 2:52 pm

APROVADO,massa ele viveu muito!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tanaka D. Shiro
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [REGRA]Shiro Zetsu
» Kuro e Shiro, Irmãos.
» Shiro Mugetsu
» [MvP Punk Especial] Run, run like a B*itch!!! (Jayce, Arteniel, Luther & Shiro)
» [Luta em Off] Shiro Kirigaya Vs. Felipe Uchiha

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece Society :: Início :: Poste sua Ficha Aqui-
Ir para: